TARDE DE MEDO EM CANAL DE CAFARNAUM. UMA ONÇA APARECEU NO POVOADO. SUBIU NA MANGUEIRA E CAUSOU PÂNICO PARA OS MORADORES.


Por mais de dois anos rodei pela BR 122, que liga Cafarnaum a Segredo, passando pelo Mulungu do Morro, e diariamente podia observar vários animais da fauna silvestre de nossa região atropelados por carros como por exemplo: aves, repteis, porem o que mais me chamava atenção eram os cães selvagens ou cachorros-do-mato, mais comumente chamado, eu ficava estarrecido com o imenso número de animais dessa espécie mortos na estrada, eu cheguei a comentar com alguns amigos sobre isso, tentando achar algum motivo plausível para tamanho desequilíbrio ambiental, o que estava fazendo com que esses animais tentassem passar de uma margem a outra da rodovia?? ….atras de alimento? fugindo do quê? simples bastava olhar para a serras ao leste , o grande e monumental parque eólico construído no ate então habitat desses frágeis e inofensivos animais, antes não podíamos ver tamanha devastação causada pela implantação desse empreendimento, mas, hoje a quilômetros observamos como nossas serras que inclui A SERRA DA BOLACHA, SERRA DA CONQUISTA, SERRA DAS PEDRAS, SERRA DO TABULEIRO, SERRA DO MARTIM AFONSO, estão devastadas, e ainda por cima construíram uma tal sub estação de energia na serra das BOLACHAS….que está causando um enorme impacto ambiental, fazendo com que animais silvestres fujam e migrem para as partes baixas das serras, só que nesses sopés de serras existem fazendas que também não garantem refugio e alimento a esses animais…a presença humana e tremendamente devastadora. Hoje pela manha o IBAMA foi acionado por moradores da VILA DE CANAL, que alertaram sobre a presença de uma onça parda (fotos abaixo), que buscava refúgio num quintal daquela localidade, esse êxodo animal que começou a alguns anos com animais de pequeno porte tomou uma proporção ainda maior, haja vista que uma onça parda totalmente aversa a presença humana, chegar a procurar abrigo numa localidade com mais de 1200 habitantes só nos conduz a uma triste realidade…..a degradação ambiental bate a nossa porta desenfreada, não estou polemizando sobre a implantação dos parques eólicos, apenas frisando sobre a problemática da atual situação ambiental na qual se encontra nossa região, QUAL SERIA O REAL PREÇO DO PROGRESSO?
Cafarnaum, 22 de junho de 2017!
Desabafo de um gestor ambiental.(Leandro Alves Barreto)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *