Seis dicas para boas vendas na Páscoa

Técnico do Sebrae Bahia aponta ações que ainda podem ser adotadas por pequenos negócios.
Oportunidade para vender mais, a Páscoa está próxima, mas ainda dá tempo de alavancar os resultados. E não é só quem vende chocolates que pode garantir o saldo positivo. Segundo o técnico do Sebrae Bahia Diógenes Silva, outros segmentos devem ficar atentos à data, como quem se dedica à venda de produtos infantis, ao turismo e a outros alimentos, como os peixes, ligados à comemoração religiosa da Páscoa.
O especialista aponta questões que ainda podem ser ajustadas para garantir um resultado melhor na Páscoa para os pequenos negócios desses segmentos. Confira as dicas:
– Não deixe para a última hora. “Monte um planejamento, mesmo que seja simples”, aconselha Diógenes. Nele, não esqueça de destacar o que precisa providenciar para a data.
– Verifique produtos que podem ser customizados. “Não necessariamente é preciso comprar algo novo. Às vezes, o empresário pode buscar no mix dele o que pode ser adaptado para a data”, lembra o especialista.
– Cuide da identidade da loja, seja física ou virtual. “Aqui entram vitrine, iluminação, peças publicitárias. Não pode ficar escondido na loja”. Diógenes destaca que o cliente deve visualizar que o negócio tem opções para a Páscoa com facilidade.
– Atenção à logística. O técnico do Sebrae Bahia alerta: “Se o produto chegar fora do prazo, o estoque vai ficar parado”. Então ainda há tempo para dar atenção à logística do negócio, para reverter possíveis problemas.
– Buscar grandes compradores. A dica aqui é procurar por empresas que comprem em grande volume, como escolas, que costumam distribuir lembranças da data.
– Preparar uma ação pós-vendas. “Também é preciso fazer com que esses clientes, que buscaram a loja na Páscoa, voltem depois desse período”, resume Diógenes.
Páscoa incrementa as vendas de 58% do setor de Confeitaria
Pesquisa do Sebrae mapeou o perfil dos empresários de doces e mostra que 90% atuam em casa e 83% vendem por encomendas nas redes sociais
Os pequenos negócios do ramo de Confeitarias e Docerias identificam na Páscoa uma oportunidade de incremento no faturamento. Para 58% dos que atuam no setor, o período marcado pelos ovos de chocolate corresponde à uma das festividades que mais impulsionam o mercado. Foi o que constatou a pesquisa Pequenos Negócios de Confeitaria e Doceria, realizada pelo Sebrae com 3.843 empresários do setor. A pesquisa do Sebrae também apresentou o perfil dos empresários de Confeitarias e Docerias. Os empreendedores do setor trabalham em casa (90%) e têm até 4 anos de negócio (69%). De acordo com o estudo, 83% dos pequenos negócios de doces vendem sob encomenda, por meio de redes sociais, e-mail e telefone. O carro-chefe dos empresários do setor é o bolo artístico (43%), seguido dos doces (25%). Apesar da demanda crescente de clientes que buscam produtos de baixa caloria ou adaptados para dietas de diabéticos e celíacos, 79% dos empreendedores ainda não atuam com produtos sem açúcar, glúten ou lactose, setor a ser explorado com chace de ganhos em competitividade.
 Tamara Leal
Agência Sebrae de Notícias Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *