Protagonismo de cidades baianas na luta pela independência: Confira segundo episódio da 7ª temporada do Umbu Podcast

Pesquisador Clíssio Santana contextualiza cenário político-econômico e personagens que marcaram a participação da Bahia durante o movimento pela independência

O protagonismo da Bahia na luta pela independência é tema do segundo episódio da 7ª temporada do Umbu podcast (@umbu_comunicacao). O professor, pesquisador e doutorando em História Social, Clíssio Santana, é o convidado da vez e contextualiza o papel da Bahia e de personagens como Tambor Soledade, Maria Quitéria e Joana Angélica durante os conflitos que levaram à expulsão definitiva das tropas portuguesas em 2 de julho de 1823. 

De forma bem humorada, a conversa direcionada pelas apresentadoras Camilla França e Mirtes Santa Rosa passeia pela participação de diversos territórios baianos na luta pela independência, para além de Salvador e do Recôncavo, como: Caetité, Rio de Contas, Mucugê e Itaparica. A contribuição de pessoas pretas e indígenas, bem como o simbolismo do caboclo e da cabocla no 2 de julho também foram destaque do episódio.

O pesquisador retrata a importância política e econômica da Bahia no início do século XIX e situa o começo dos conflitos após Salvador perder o posto de capital para o Rio de Janeiro. Da Revolta dos Búzios aos embates na luta pela independência, o historiador ressalta: “Não é arrogância ou bairrismo, mas foi a Bahia que garantiu a independência do Brasil com sangue, suor e muita luta. Não por acaso, logo após o 2 de julho de 1823, Ladislau dos Santos Titara, compositor que lutou na guerra, compôs o hino ao 2 de julho”

O episódio “A Bahia vai à luta” chegou às plataformas digitais nesta quarta (07 de junho) e integra a programação especial da 7ª temporada do Umbu Podcast sobre o bicentenário do 2 de julho. O primeiro episódio “O sete de setembro flopou” com a educadora Tamires Costa já está no ar e pode ser conferido aqui.

Acompanhe em:

Instagram: @umbu_comunicacao

Spotify: Umbu Podcast

Youtube: Umbu Podcast

Site:  www.portalumbu.com.br

Sobre o Umbu Podcast

O Umbu Podcast nasceu em 2020 com a proposta de dialogar com elementos da identidade e cultura baiana em formato de uma resenha agridoce. O podcast acontece por temporada e é apresentado pelas comunicadoras Camilla França e Mirtes Santa Rosa. Em 3 anos já foram exibidos cerca de 40 episódios que falam sobre relacionamento, cultura, moda, literatura, negócios, culinária e futebol entre outros. Todos os episódios estão disponíveis nas plataformas de streaming de áudio e canal do youtbe. Paralelamente ao podcast, o Umbu também já se apresentou na rádio Metrópole com uma programação semanal de assuntos variados.

Sobre as podcasters

Camilla França  é jornalista e mestre em Cultura e Sociedade (UFBA). É uma das CEOs da UMBU Cultura e Comunicação LTDA, empresa que produz o UMBU Podcast. idealizadoras e Hosts do Umbu Podcast. Camilla é coordenadora de Projetos e Comunicação da Fábrica Cultural. Trabalha com consultoria e coordenação de comunicação e produção executiva de projetos culturais. Sua especialidade é o campo cultural (de vida e de estudo), onde mescla conhecimentos empíricos e acadêmicos na gestão e concepção de conteúdos culturais, como o Festival Literário Nacional (FLIN) e o Circuito Literário Nacional (Literatur). Também foi curadora e coordenadora da Flica 2022 e integrou a comissão curatorial de música do Salvador Capital Afro. Também é gestora de cultura do Bloco Alvorada, atuando junto aos núcleos de comunicação, gestão e produção. 

Mirtes Santa Rosa é Publicitária, Especialista em Comunicação e Gerenciamento de Marcas. É uma das CEOs da UMBU Cultura e Comunicação LTDA, empresa que produz o UMBU Podcast e colunista do Portal Soteropreta. Atua na consultoria e gestão de projetos comunicacionais e culturais, passando por agências como Via Mídia, Leiaute Propaganda, Tempo Propaganda, Objectiva Comunicação e Propeg Bahia, além de acumular vasta experiência na coordenação de contas e contratos publicitários na gestão pública. Foi produtora executiva do projeto Revista Laroyê, da campanha de financiamento coletivo “Sou Ilê o ano inteiro” e na live “Ilê Vivo do Bloco Afro Ilê Aiyê”. Na comunicação também destaca-se como coordenadora de comunicação para a campanha de financiamento coletivo do livro “Reflexões-Escritas de Mãe Valnizia Bianch”

Informações à imprensa

Gisele Santana (71) 98872-5492

contato@gicomunica.com

@gisantana.assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress