PRF INICIA OPERAÇÃO SEMANA SANTA 2017

Esquema especial será montado entre quinta-feira e domingo
Terá Início à 0h do dia 13 de abril (quinta­-feira) a Operação Semana Santa da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em todo o país, a instituição direcionará esforços para reduzir o número de acidentes, feridos e mortos nas rodovias Federais no feriado prolongado. O esquema especial será mantido até às 23h59 do dia 16 de abril 2017 (domingo). Nesse período, que compreende o feriado de Sexta-feira da Paixão, o fim de semana e o domingo de Páscoa, as equipes estarão dispostas nos pontos onde há maior incidência de acidentes. Para se chegar aos pontos mais críticos das rodovias, foi realizado um estudo que levou em consideração dados estatísticos de 2014, 2015 e 2016.
O planejamento das ações da PRF nesta Operação Semana Santa levou em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves, ou seja, acidentes que resultem em vítima fatal ou vítimas feridas gravemente. A análise permitiu a otimização dos recursos humanos e materiais da instituição, focando a fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.
Em alguns pontos, espera-se um crescimento do fluxo superior a 50% na comparação com finais de semanas normais. A partir das 13h de quinta-feira, o movimento deve aumentar, tendência que deve se manter até a noite, quando ocorrerá a maior concentração de veículos nas rodovias.
Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito  2011 – 20202, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.
Operação SEMANA SANTA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.