PRF flagra casa sendo transportada na BR-282em Nova Itaberaba – SC

Policiais rodoviários federais flagraram, na manhã deste domingo (21), na BR-282, em Nova Itaberaba, um caminhão transportando uma casa de madeira e colocando outros motoristas em risco, no Oeste catarinense.


O veículo chamou a atenção das autoridades devido às dimensões irregulares da carga.

A base da casa media 6,10 metros de largura, muito acima das dimensões máximas permitidas para um veículo ou carga, que é de 2,60 metros. Essa situação obrigava os veículos que vinham no sentido contrário a desviar para o acostamento, evitando uma possível colisão.

Além disso, a carga não possuía nenhum tipo de amarração ou sinalização, aumentando ainda mais o risco para os demais usuários da rodovia. Para piorar a situação, o motorista responsável pelo transporte estava com a habilitação suspensa.


Após a abordagem, o motorista informou que levaria a casa de Chapecó até uma área rural, no interior de Nova Itaberaba. No entanto, a PRF não permitiu que a viagem continuasse nas condições em que estava, devido à irregularidade e ao perigo iminente. A carga foi escoltada em segurança pela PRF até um terreno próximo às margens da BR-282, onde somente poderá prosseguir viagem desmontada ou com autorização especial de trânsito emitida pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e com a devida escolta adequada ao excesso de largura.

O motorista foi autuado e multado por transitar com carga de dimensões superiores ao limite legal. Além disso, ele responderá a um termo circunstanciado por colocar em perigo a segurança alheia e por dirigir com a CNH suspensa. Essas infrações são graves e podem
acarretar em penalidades mais severas, além de possíveis medidas administrativas e judiciais.


A Polícia Rodoviária Federal alerta para a importância de respeitar as normas de trânsito e as dimensões permitidas para o transporte de cargas, a fim de garantir a segurança de todos os usuários das rodovias. A negligência e a irresponsabilidade no transporte de cargas podem resultar em acidentes graves e colocar vidas em risco.

http://itaberabanoticias.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress