Laudo do IML não indica lesão corporal na mulher do sertanejo Victor

Delegada informou que o motivo do desentendimento entre o casal foi Victor ter levado a filha pra casa da mãe

A Polícia Civil de Minas Gerais apresentou, nesta segunda-feira (13) o resultado do caso envolvendo o músico Victor Chaves e a mulher, Poliana Bagatini Chaves, que o acusou de agressão e depois voltou atrás. Segundo informações do ‘Ego’, a delegada Danúbia Quadros disse que o inquérito ainda não foi concluído, mas afirmou: “Não existe lesão aparente na Poliana, de acordo com o laudo do IML. O exame de corpo de delito para lesão corporal deu negativo”.
Danúbia informou ainda que o laudo não é, necessariamente, conclusivo neste caso: “Lesão corporal e agressão/vias de fato são coisas diferentes. Empurrões, tapas e posturas que não deixem a vítima lesionada não aparecem no exame de corpo de delito, não deixam vestígios. Agora ele está sendo investigado por agressão/vias de fato”.
A polícia informou que o motivo do desentendimento entre o casal foi Victor ter levado a filha pra casa da mãe, que mora em um apartamento no mesmo prédio. Poliana não teria autorizado e foi até a casa da sogra tirar satisfações. “Poliana não aceitou Victor levar a filha pra casa da sogra, ficou muito alterada e danificou alguns objetos da casa da sogra”, contou Danúbia. “Em seu depoimento, Victor voltou a frisar que não agrediu a esposa grávida”, afirmou a delegada.
A Polícia Civil aguarda o laudo a partir das gravações do circuito interno do prédio. “O inquérito policial está em andamento, esperamos a conclusão da perícia das imagens do circuito interno para dar prosseguimento com as investigações”, declarou ela.
Investigação
Na sexta-feira, dia 24 de fevereiro, Poliana, que está grávida, relatou às autoridades ter sido jogada no chão e recebido chutes do cantor sertanejo. A equipe tenta localizar testemunhas e também imagens de circuito de segurança. Os envolvidos serão intimados para prestar depoimentos, podendo também o acusado se apresentar espontaneamente à autoridade policial.
Victor é afastado do “The Voice Kids”
Victor, que é um dos jurados do “The Voice Kids”, foi afastado do programa. O apresentador André Marques fez um comunicado oficial, no dia 26 de fevereiro, e informou que ele ainda apareceria nos programas gravados.
“Esta semana aconteceu um fato importante envolvendo um dos técnicos aqui do nosso programa. Uma acusação bastante grave de violência doméstica envolvendo o Victor. A Globo repudia toda e qualquer forma de violência e acredita que essa acusação precisa ser apurada com rigor, garantindo o direito de defesa na busca da verdade. O Victor inclusive nos procurou, informando que iria se afastar do programa, para se dedicar totalmente a esse caso. No entanto, você que acompanha o nosso The Voice Kids sabe que estamos em um momento muito especial da disputa das crianças. Como nosso programa de hoje e o da semana que vem já estavam gravados, em respeito a essas crianças que se esforçaram tanto para chegar até aqui nas Batalhas, decidimos manter o programa como ele foi gravado. O jornalismo da Globo vai acompanhar o desenrolar desse caso, para que você saiba tudo o que está acontecendo”.
Neste domingo (12), o músico já não apareceu em nenhum momento da atração. A cadeira ao lado de Léo Chaves foi retirada e sua ausência foi percebida pelos internautas.
Entenda o caso
Na queixa, Poliana conta que um segurança e a irmã do marido a impediram de deixar o apartamento onde moram após a briga, no bairro Luxemburgo, em Belo Horizonte. Ela só teria conseguido deixar o local depois que uma vizinha ouviu os gritos e a ajudou a escapar. A empresário ainda alegou receber ameaças da família de Victor.
Ao registrar a ocorrência na Delegacia Seccional Sul da Polícia Civil de Belo Horizonte, Poliana foi encaminhada à Delegacia das Mulheres. O casal tem uma filha, Maria Vitória, e anunciou a espera de um segundo filho há pouco mais de um mês. Eles estão juntos desde o fim de 2014.
Fonte: iBahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.