Homem espancado e morto após tentar estuprar mulher em sex shop aparece sendo arrastado vivo até carro da PMDF

Homem, de 34 anos, teve parada cardiorrespiratória. Ele foi linchado após entrar em loja e agredir vendedora; das quatro pessoas que bateram no suspeito, três prestaram depoimento.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o homem que tentou estuprar uma mulher dentro de um sex shop, no Riacho Fundo II, no Distrito Federal, sendo enforcado com um “mata leão” por um homem e arrastado pelo asfalto até um carro da PMDF, com a ajuda de um policial militar. Na gravação, é possível ouvir quando uma mulher grita, pedindo para “parar” as agressões, enquanto outras pessoas fazem xingamentos como “vagabundo e safado”.

O homem, de 34 anos, morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória. A Polícia Militar do DF disse que foi chamada para uma ocorrência de estupro e, quando chegou ao local, encontrou “uma grande quantidade de pessoas nervosas e gritando que havia um estuprador no local”.

Ainda conforme a PM, “o possível criminoso estava contido por um homem, deitado no chão”. Os militares disseram que “diante desse cenário, os policiais retiraram o homem de forma urgente do local para evitar agressões. Nesse momento da condução, os policiais notaram que o homem estava desacordado. Foi acionado de forma urgente o Corpo de Bombeiros”.

O caso é investigado pela Polícia Civil do DF como homicídio e tentativa de estupro. Das quatro pessoas que participaram do linchamento, três já foram ouvidas e alegaram “legítima defesa”. O laudo que vai apontar a causa da morte do suspeito de tentativa de estupro contra a vendedora da sex shop pode levar até 30 dias para ficar pronto.

http://g1.globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.