Empresa é condenada por Descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho de 2017 em Irecê

No dia 24 de fevereiro de 2022, realizamos o pagamento no valor de 02 multas convencionais (clausula vigésima quinta), em favor de 12 trabalhadores e trabalhadoras, que trabalhavam como vendedores e vendedoras na Empresa Comercial de Calcados Real Irecê LTDA (Real Calçados da Praça), por descumprimento da Convenção Coletiva 2017.

A Ação Coletiva foi proposta em abril de 2017, tombada sob o n. 0000954-90.2017.5.05.0291, e culminou na condenação da empresa pelo descumprimento da cláusula vigésima nona, que prevê que “as empresas manterão assentos para os balconistas, bem como 01 (um) assento para cada 03 (três) vendedores internos, no setor de trabalho. ” Rafael Sydharta, Presidente do Sindicato, alertou para “a importância da Entidade sindical nas ações coletivas, na qual, as trabalhadoras e trabalhadores são substituídos pela representação do sindicato e assim garantem a impessoalidade da ação, evitando possíveis perseguições, demissões e até mesmo que devolvam esse dinheiro para empresa, então também precisamos que os trabalhadores e trabalhadoras reconheçam a nossa luta e se associem ao sindicato, e tenho convicção que só a unidade dos trabalhadores e trabalhadoras teremos dias melhores para todos e todas, por que só a luta nos garante!!!.”


Trabalhadores e trabalhadoras favorecidos:
1- ADSON OLIVEIRA
2- CARLOS ANDRÉ
3- ERISLANDIA RODRIGUES
4- JEFERSON LUAN
5- MARIZETE OLIVEIRA
6- MICHELL CEZAR
7- JULIETE DE SOUZA
8- PAULA SATIRO
9- QUENIA FERNANDA
10- QUITERIA RAFAELA
11- SIMONE NUNES
12- VANESSA DA SILVA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.