Em Morro do Chapéu, mulher ameaça e causa danos em PSF enquanto menor é agredida e vai parar no Hospital

As informações constam do release do 7º Batalhão PM de Irecê, cujo comando recai sobre as cidades da região incluindo Morro do Chapéu – BA, onde, na manhã da última sexta-feira (2), uma mulher enfurecida causou momentos de tensão e danos ao Posto de Saúde da Família (PSF) no povoado de Duas Barras, localizado na zona rural. A guarnição da 4ª Companhia da cidade foi acionada após a enfermeira responsável pelo PSF relatar a situação.

De acordo com informações obtidas, a mulher teria iniciado um ato de vandalismo, depredando as instalações do posto de saúde, enquanto proferia xingamentos e ameaçava as funcionárias presentes. Ela teria feito ameaças de morte, afirmando que mataria todos que estivessem no ambiente naquele momento.

Assim que recebeu o chamado, a guarnição se deslocou rapidamente para o povoado de Duas Barras a fim de verificar a situação. No entanto, ao chegar ao local, constatou-se que a suspeita já havia deixado o posto de saúde. Apesar das buscas realizadas pela guarnição no povoado, a autora dos delitos não foi encontrada.

As funcionárias do PSF foram orientadas pela guarnição a registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia local, para que as devidas medidas legais possam ser tomadas. É importante ressaltar que o incidente causou transtornos e prejuízos ao patrimônio público, além de ter gerado um clima de insegurança e medo entre as funcionárias do posto de saúde e a comunidade. Texto: Uibaí Repórter.

Ainda segundo o release, a madrugada do domingo foi marcada por agressão a uma menor que foi parara na emergência do Hospital São Vicente de Paulo:

AGRESSÃO/LESOES CORPORAIS
DATA 04/06/2023 DIA DOMINGO HORÁRIO 02H00
GUARNIÇÃO 4ª CIA CIDADE MORRO DO CHAPÉU
LOCAL RUA NICOLAU GRASSI, CENTRO


FATO:


POR VOLTA DE 01:40h, A GUARNIÇÃO FOI INFORMADA QUE HAVIA DADO ENTRADA NO HOSPITAL UMA MENOR, VÍTIMA DE AGRESSÃO FÍSICA.

DE POSSE DESSAS INFORMAÇÕES, A GUARNIÇÃO DESLOCOU-SE AO HOSPITAL, CONFIRMANDO O FATO. A VÍTIMA RELATOU QUE FOI SURPREENDIDA POR DUAS MULHERES QUE JÁ CHEGARAM LHE AGREDINDO, PORQUE ELA TINHA OLHADO PRA UMA DAS AGRESSORAS E NÃO SOUBE INFORMAR O NOME DELAS.


A GUARNIÇÃO REALIZOU BUSCAS COM O INTUITO DE LOCALIZAR AS AUTORAS DA AGRESSÃO, MAS NÃO OBTEVE ÊXITO. A VÍTIMA FOI ORIENTADA A PROCURAR A DELEGACIA PARA A ADOÇÃO DAS MEDIDAS CABÍVEIS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress