Em busca de emprego, manifestantes impedem saída de trabalhadores dos canteiros de obras da SETA e da ODOYÁ, em Morro do Chapéu


 
Por volta das cinco da manhã desta quarta (08), um grupo de homens aglomerou-se frente aos canteiros de obras das empresas SETA e ODOYÁ, ás margens da BA-o52, km 274, em Morro do Chapéu, reivindicando contratação de mão de obra local para os postos de trabalho gerados para as obras de implantação dos parques eólicos a sudoeste do município.
De forma pacífica, os manifestantes forma recebidos pelo Sr. Gerardo, em nome da ODOYÁ que em entrevista ao nosso site disse que a empresa tem buscado atuar dentro das condicionantes impostas pelos órgãos estatais, inclusive atendendo ao apelo do prefeito Leonardo Dourado, no sentido destas contratações, em função da carência da população local.

O representante dos manifestantes Sr. Wanderson, também falou ao nosso site afirmando que há mão de obra qualificada no município para atender à demanda das empresas mas, registra-se uma contratação maior da mão de obra de outras cidades e até de outros estados e reivindica, além disso, que se faça uma explanação mais profunda, inclusive apresentando a relação dos já contratados com a devida origem para comprovar o que dizem as empresas, desacreditadas pelos manifestantes.
Por volta das 7:10h desta manhã, liberou-se a saída para o campo de serviço, dos trabalhadores da ODOYÁ, ficando interditada com paralelepípedos a saída dos trabalhadores ligados à SETA que, inclusive, voltavam para suas casas, aguardando novas orientações dos encarregados da obra que não foram encontrados para falar ao nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.