Prefeitura mantém decreto e divulga dados da infestação por COVID em Morro do Chapéu

Centro da cidade detém quase metade dos casos

O cenário epidemiológico da Covid-19 no município de Morro do Chapéu, mês de janeiro de 2021, mostra que foram realizadas: 415 notificações, 413 testes realizados, e 06 óbitos. Dos 85 rt– pcr realizados: 28 tiveram resultado detectável, 44 não detectável, e 13 inconclusivos.

Nº CASOS CONFIRMADOS (218) – Nº DE ÓBITOS CONFIRMADO (6) COEF. MORTALIDADE (16,9) COEF. LETALIDADE (2,75%)

 

Quando analisamos a curva de casos positivos da Covid-19 por semana epidemiológica, vemos um pico de casos positivos na semana epidemiológica 02, do mês de janeiro. Analisando a curva da Covid-19 por dia, no mês de janeiro, podemos observar uma queda no número de casos positivos ao longo do mês; fazendo uma curva descrescente, como mostra na figura a linha linear.

 

A análise dos casos positivos no mês de janeiro por lugar de residência, podemos constatar que o local de maiores concentrações de casos continua sendo o Centro da cidade, seguido do bairro Pedra Grande. Sobre os óbitos, concluímos que a curva se mantém com intervalos de estabilidade ao longo do mês de janeiro, ou seja, muitos dias sem apresentar óbitos pela doença. Porém, o coeficiente de mortalidade pela covid-19 teve um aumento expressivo em relação ao mês de dezembro. Os coeficientes de mortalidade e letalidade constituem ferramentas importantes para a avaliação do estado de saúde da população. O coeficiente de mortalidade é uma estimativa do risco da população morrer por uma determinada doença.

Dessa maneira, a análise das duas taxas para a Covid – 19 no município expressam os riscos aos quais a população local está exposta. O coeficiente de letalidade é maior que do estado da Bahia, significando um alto risco de morte pela Covid-19 no município de Morro do Chapéu.

Na análise da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no município, mostra a gravidade do problema: tivemos 10 pacientes internados por dificuldade respiratória grave no mês de janeiro, desses 05 (50%) vieram à óbito, sendo 04 por Covid-19.

Temos a vacina, mas não podemos diminuir os cuidados!

Devido o coeficiente de mortalidade e letalidade informados no boletim epidemiológico do mês de janeiro, o Decreto Covid de número 053/2021, fica mantido até 15/02/2021, quando haverá a próxima reunião da vigilância epidemiológica.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: