Pedro Honorato: Vacinas anti-SARS-CoV-2. interromperá seleção natural humana?

Vejo algumas pessoas comentarem de que não vão aceitar nenhum tipo de vacinas contra o corona vírus, muitos alegam que esse deve ser um processo de seleção natural, talvez seja, porque não acreditar que vivemos em um processo semelhante a uma seleção de quem vencerá, senão apenas os mais fortes!

É crucial o desenvolvimento de vacinas seguras e eficazes para controlar a pandemia de COVID-19, eliminar sua propagação e, finalmente, impedir sua recorrência futura. Mas, como o vírus SARS-CoV-2 compartilha homologia de sequência significativa com outros dois coronavírus letais, SARS e MERS as vacinas identificadas nessas patentes relacionadas aos vírus SARS e MERS poderiam facilitar o projeto de vacinas anti-SARS-CoV-2, pois essas três versões de vírus incomuns realmente causará uma seleção natural na humanidade se não controlados.

As autoridades de saúde publicaram a primeira bula da vacina destinada aos profissionais de saúde que participarão da campanha de vacinação. É uma pena que não posso publicar aqui, mas, pela primeira vez que temos acesso aos detalhes informados pelos fabricantes e regulados pelas autoridades de saúde antes dele estar no mercado. Porém todos os profissionais de saúde já podem saber sobre como se dar o processo de imunização o que parece ainda um segredo profissional, apenas concluíram essas características a fabricante da vacina BNT162b2, o nome oficial da vacina da Pfizer.

A bula reforça o que já sabíamos desde os testes de segurança de que nenhum efeito colateral grave foi associado à aplicação da vacina. No entanto, algumas consequências leves e moderadas podem ocorrer após a injeção do imundo no organismo. A mais comum delas, segundo o texto, é a dor no local da aplicação: 80% dos imunizados relataram esse efeito. Outros resultados indesejados foram fadiga (60%), dor de cabeça (50%), dor… dores musculares (30%), calafrios (30%) e dores nas juntas (20%). Todos foram leves ou moderados e desapareceram sozinhos dias após as aplicações. “Se for necessário, tratamento dos sintomas com analgias.

Portanto, podemos dizer que esse fabricante estar mais seguro por ter a coragem de divulgar os resultados dos seus testes inclusive para os profissionais de saúde e público interessado cadastrado nas plataformas de pesquisa da pandemia. Outro dado importante, é que, a pandemia se modifica muito e, segundo o documento, a vacina é indicada apenas para pessoas com 16 anos ou mais, isso porque crianças não foram incluídas nos testes de segurança e eficácia até agora. É por esse mesmo motivo que ainda podemos considerar que esses testes são inconcussos para todos os públicos, porém com muita expectativa de resultados.

É especial a preocupação com a garantia de direitos das pessoas idosas e mais vulneráveis na pandemia. Os especialistas destacaram que não deve haver centralização da política de combate ao coronavírus entre nenhum grupo por parte do Ministério da Saúde, considerando que vacina faz parte dos Direitos Humanos universais.

Se é seleção natural ou não, uma coisa é certa, a única forma de você fugir é se proteger contra o agente potencializador dessa seleção, pois ela acontecerá em algum momento da nossa sociedade, o SARS-CoV-2 pode ser apenas um modelo dos quais podemos ainda presenciar.

Pedro Honorato

Profissional de saúde

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: