Inseto que mata rato em vídeo não é “vespa assassina”

Segundo cientista, vespas mandarinas, chamadas de “assassinas”, só foram vistas duas vezes nos Estados Unidos; espécie do vídeo é vespa crabro, que existe no país desde 1840

Diferentemente do que foi noticiado por O Tempo, a informação que atribui uma vespa mandarina ao vídeo de um inseto matando um rato nos Estados Unidos não é correta. Segundo o perfil do twitter Observações Naturalistas (@ObsNaturalistas), o inseto no vídeo se trata de uma vespa crabro, espécie europeia e que habita os Estados Unidos desde 1840.

Com quase 5 centímetros de tamanho, as vespas mandarinas são originárias da Ásia e conhecidas por representar um perigo para as abelhas, que são suas presas. Recentemente, essa espécie foi encontrada no Estado de Washington, nos EUA, o que acendeu o alerta de alguns cientistas.

Além da preocupação com a morte das populações de abelhas, as vespas, que estão sendo chamadas de “assassinas”, liberam veneno pelo ferrões que pode matar um ser humano. Segundo a “National Geographic”, as vespas mandarinas matam até 50 pessoas por ano no Japão.

Em entrevista ao site da revista, Chris Looney, entomologista do Departamento de Agricultura do Estado de Washington, afirmou que não há motivo para pânico. Segundo ele, até agora, apenas dois avistamentos da vespa mandarina foram confirmados nos Estados Unidos.

Looney diz receber diariamente centenas de e-mails com norte-americanos preocupados afirmando terem flagrado o inseto. De acordo com ele, é muito provável que sejam vespas crabro.

“Se as pessoas do leste do Mississippi avistarem algo do tipo, não devem supor ser uma vespa-mandarina”, destaca ele. “É muito provável que não seja.”

http://otempo.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: