Hoje, 15 de Julho, este seu periódico está completando104 anos

Edu Félix  0 comentários

Mais uma vez, este humilde jornal se apresenta aos seus leitores e admiradores, em edição de Aniversário.

Alvo de constantes e variadas dificuldades que enfrenta, a existência da imprensa do interior, vencer o “Correio do Sertão”!!! 104 anos de ininterrupta circulação, é para nós uma grande felicidade que agradecemos à Deus e a muitos amigos e assinantes que são para nós parceiros dedicados.

Na verdade, é uma luta, mais cheia de sacrifícios que venturas. Mas está valendo a pena, pois, estamos mantendo viva a chama do seu fundador Honório de Souza Pereira.

O “Correio do Sertão”, sereno e prudente, tem como paradígma cooperar para o progresso de nossa Morro do Chapéu e toda nossa região e para a união e felicidade de nossa gente.
Não fosse o desejo sincero de servir a nossa terra, ao povo morrense e de toda nossa região, clamando sempre pelos seus direitos e justos interesses, não fosse a vontade que temos em conservar a tradição do seu fundador, Honório e dos Diretores que por aqui passaram, Adalberto Pereira e Paulo Gabriel, já tínhamos diante das dificuldades que sempre nos enfrentam, desvanecido a prosseguir esta pesada e espinhosa tarefa de fazer jornal para o público ler, principalmente, nos tempos atuais da tecnologia e às vezes somos julgados, ora com elogios e às vezes com a falta do apoio merecido.

Manter até agora a publicação do nosso quinzenário, não foi e não é tarefa fácil. O fato é que, parece que temos sabido dar aos leitores, o nosso recado, mas, sempre meditando no historiar dos fatos, medindo as palavras de acordo com os merecimentos.

Assim, se Deus quiser, vamos ver se podemos manter ainda o “Correio do Sertão”, este humilde jornal que é uma viva tradição do seu saudoso fundador Honório Pereira, em cuja memória hoje o homenageamos como também o seu filho Adalberto (de saudosas memória) e ao meu pai Paulo Gabriel que, com as graças de Deus ainda convive em nosso meio.

Caros morrenses e leitores: Lamentamos não ter tido o nosso “Correio do Sertão” o merecido amparo e respeito de gestores públicos, filhos de nossa terra e, por isso, passamos momentos jamais esperados de dificuldades. E quando falo nosso “Correio do Sertão”, é para lembrar que este periódico é um patrimônio que pertence à Morro do Chapéu, à Bahia e o Brasil, onde, temos aqui guardados em nossos arquivos, 104 anos de história viva, relatando fatos e histórias de nossa terra e nossa gente.

Mas, novas esperanças surgem para nós e novos horizontes se alargam, pois, o que é fato temos que dizer para que todos saibam que, mesmo ainda enfrentando algumas dificuldades, este jornal voltou a circular com o apoio da gestora do nosso município, Juliana Araújo, a qual numa forma totalmente diferente, pois, não foi a Direção deste jornal que a procurou e, sim, ela, numa visão de ver o “Correio do Sertão” como um Patrimônio Histórico e Cultural que merece respeito, deu-nos fôlego para começarmos uma nova jornada, onde, com certeza, teremos também o apoio da Câmara de Vereadores, na pessoa do seu Presidente André Valois e demais Vereadores desta terra e, rogamos ao Pai Criador, que a estrada nos seja menos áspera, que a energia não nos faltem, que o nosso ideal seja sempre de lutar e vencer e, para isto, muito confiamos também no valioso apoio que sempre tivemos dos nossos amigos, assinantes e anunciantes, que sabem de verdade dar o merecido valor a esta história de 104 Anos chamada “CORREIO DO SERTÃO” e, de modo especial, quero agradecer também a membros das famílias Pereira Valois e Lemos de Souza, que ora com suas assinaturas e ou com palavras sinceras de apoio, isso há 30 anos eu, como Assessor e 11, como Diretor deste jornal, encorajam-me e me dão forças para continuar a história dos nossos ascendentes.

Rogo ao Altíssimo que ilumine e abençõe os nossos esforços, guiando-nos para os dias futuros, sempre para o bem do nosso povo e da sociedade.

Edson Vasconcelos – Diretor

jornalcorreiodosertao.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: