‘Disco voador aterrizando em Morro do Chapéu !!!!…’

Esta foi a frase usada pela Prefeita Juliana Araújo (PL), em seu perfil pessoal, no Facebook, quando, ao lado do Vice Prefeito e Secretário de Obras – Vítor Araújo e do Secretário de Cultura, Turismo e Esportes – Maurício Sodré, direto da rua Antonio Balbino (centro). registrou a chegada do Disco Voador, de propriedade do Ufólogo Alonso Valdi Régis, agora doado ao município, para ser instalado naquele local e devidemente reformado, para tornar-se mais evidente, inclusive como atração turística para o os visitantes da cidade do frio.

Sapeca TV encaminhou vídeo da passagem da réplica do Disco Voador, pelo contorno da cidade, causando paralisação no trânsito, no momento:

A história começa bem antes, quando pelos idos dos anos 1980, quem aterrissou em Morro do Chapéu, foi exatamente o Sr. Alonso Valdi Régis, com a sua família e aqui se instalando, como funcionário do Banco do Brasil, como mostra o vídeo, oriundo de uma reportagem da extinta rede manchete de televisão.

Acompanhe!

A Secretaria de Comunicação encaminhou o texto a seguir, dando ênfase ao momento de expectativa:

Prefeitura de Morro do Chapéu transfere a réplica lúdica do disco voador para o centro da cidade.

Alonso Regis, referência em ufologia no Brasil, doou para a prefeitura de Morro do Chapéu, o monumento lúdico do disco voador.

A estrutura, feita de concreto, foi criada em 1991, tem 6,8 m de diâmetro e pesa cerca de quarenta toneladas.

Tido como um dos cartões postais de Morro do Chapéu, o disco sempre dispertou curiosidade dos visitantes

A Prefeita, e o presidente do PL Bahia, José Carlos Araújo, atentos a repercussão turística que o monumento gera ao município, decidiram criar uma força tarefa para transferi-lo ao centro da cidade, de forma a atrair ainda mais visitantes.

A estrutura será reformada, e em volta será criada um praça, onde terá uma plataforma contando a história do disco voador e do seu criador, seu Alonso Regis.

A transferência será iniciada no dia 04 de julho, pela manhã e conta com o suporte técnico da empresa Iberobras e Enel.

Como houve a antecipação do processo, nossa matéria sai hoje (04).

LRN

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: