Deputada Neusa manifesta pesar pelos rodoviários vítimas da Covid-19 e defende ações de proteção

A deputada estadual Neusa Cadore (PT) apresentou, nesta terça-feira (26), Moção de Pesar pelas vítimas do setor rodoviário de Salvador, mortas em decorrência do novo coronavírus. Neusa destacou a importância das medidas de proteção e lamentou a perda dos trabalhadores. A Bahia já registrou mais de 14 mil casos confirmados de coronavírus com 477 mortes. Somente entre rodoviários já foram registrados 10 óbitos, de acordo com o levantamento do Sindicato dos Rodoviários de Salvador.
“Em razão do trabalho essencial que realizam na condução do transporte público, a categoria acaba ficando mais exposta ao vírus, portanto precisam de atenção especial e proteção do poder público e das empresas de transporte”, afirmou a deputada. Neusa destacou a importância da vida e disse que cada partida é motivo de dor e consternação não apenas para familiares e amigos, mas para a sociedade que se abala profundamente diante das consequências da pandemia.
“Lamentamos os sonhos e as histórias interrompidas de forma tão abrupta de Augusto; Antônio da Conceição Lima; Sérgio Ricardo Cirilo dos Santos; Boquinha; Adenice Carvalho; Padre; Márcio Antônio Santana; Duda”, declarou a parlamentar que preside a Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).
Mais proteção para os rodoviários
 
Neusa também apresentou uma indicação para o prefeito de Salvador e para a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia, através da AGERBA, solicitando que o município e o Estado passem a exigir das empresas de transporte permissionárias ou autorizadas, a adoção de protocolos de testagem rápida, o fornecimento de equipamentos de proteção e a instalação de barreiras de proteção para conter o avanço do coronavírus.
De acordo com a parlamentar o objetivo é proteger usuários e rodoviários do transporte público em Salvador e nos outros municípios. “Considerando a necessidade de ações mais efetivas no enfrentamento dessa pandemia, sobretudo para garantir a proteção desses profissionais que estão numa área essencial, por isso solicitamos o acolhimento dessa proposta que visa contribuir com a proteção de trabalhadores e usuários do serviço de transporte”, explica Neusa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: