#Chapada: Moradores de Mulungu do Morro ficam indignados com carreata política em plena pandemia; veja vídeos

O Jornal da Chapada tem recebido denúncias de moradores de Mulungu do Morro, na Chapada Diamantina. Eles estão indignados com o “comportamento irresponsável” das pessoas em um momento tão delicado e do aumento de casos da covid-19 nos municípios chapadeiros. Os moradores relatam que um grupo de pessoas realizou carreata em apoio político a um pré-candidato às eleições de 2020.

“A carreata foi do pré-candidato apoiado pelo prefeito Fredson Souza [PSB]. De forma desesperada e irresponsável, o grupo do atual gestor, que tem como pré-candidato o primo e atual tesoureiro da prefeitura municipal, Edimário, no última quinta-feira [21 de maio], por volta das 20h. Após uma reunião, decidiram sair em carreata pelas ruas das cidades com aproximadamente 22 veículos e [aproximadamente] 30 motos, quase todos funcionários municipais”, denuncia um morador que preferiu não se identificar.

Segundo informações, o carro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também participou de forma involuntária dessa carreata, o que causou espanto e revolta na comunidade local por conta dos efeitos desastrosos da pandemia. “Graças a Deus ainda não temos caso confirmado em nossa cidade”, aponta o morador. Ele se diz indignado com a carreata. Outro morador, que também não quis se identificar, questiona a aglomeração causada em plena pandemia e as ações não realizadas pela gestão para conter o avanço do vírus no município.

“A prefeitura de Mulungu do Morro faz carreata nas ruas com aglomerações fazendo política. O povo só não está morrendo de fome por causa do auxílio emergencial [do governo federal]. Toda cidade tem doações e aqui em Mulungu é uma vergonha. Cadê a merenda escolar? Para onde foi?”, questiona outro morador, que solicitou a denúncia.

Outro lado

A prefeitura divulgou uma nota de esclarecimento em redes sociais, na página oficial da gestão do prefeito Fredson Souza, sobre a presença da Samu na carreata. A coordenadora Ezione Rodrgues informou que a unidade móvel estava retornando à base.

Até o último boletim divulgado em 18 de maio, o município chapadeiro apresentava apenas um caso suspeito e nenhum caso confirmado. O Jornal da Chapada tentou entrar em contato com a prefeitura e com algum representante da administração municipal, por telefone, mas não obteve sucesso.

Jornal da Chapada

http://jornaldachapada.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: