Britânico tem Covid por 290 dias e vira caso de estudo

Cientistas da Universidade de Bristol agora estudam o caso do idoso

Um britânico de 72 anos foi diagnosticado com Covid-19 em 43 testes para a doença durante 290 dias. É o caso mais longo da doença já registrado no mundo. Dave Smith, que é instrutor de autoescola e músico nas horas vagas em Bristol, no oeste da Inglaterra, contraiu o coronavírus em março de 2020.

Em entrevista à BBC ele disse que nesses dez meses com a Covid, foi parar no hospital sete vezes. Ele conta ainda que perdeu 63 kg durante o tempo em que teve a doença. Cientistas da Universidade de Bristol agora estudam o caso do britânico para tentar entender como o coronavírus se comporta.  

“É como se tivessem me dado minha vida de novo. Você pensa: ‘o que eu posso fazer com essa vida?’ Estou próximo dos 73 anos, mas talvez ainda tenha algo de bom sobrando em mim.”, conta. 

ichunoticias.com.brhttp://ichunoticias.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: