Antônio Dourado esclarece: TURFA EM MORRO DO CHAPÉU

Recebemos um vídeo enviado por Octaviano Gonçalves, sempre preocupado com os destinos de Morro do Chapéu.

Este vídeo mostra uma área com vegetação de pequeno e médio porte e bastante fumaça.

Apesar de não ter visitado a área, penso que a causa mais provável para a queimada é a presença de uma turfeira, formada por vegetação que ao morrer vai se acumulando no local.

Geralmente as turfeiras possuem alto teor de umidade, não correndo risco de incêndio. Entretanto, prolongados períodos de seca, podem provocar rebaixamento do lençol freático, deixando a vegetação morta e acumulada bastante seca e passível de iniciar incêndios.

Em países de clima frio, principalmente no hemisfério norte, a turfa é utilizada como combustível, após reduzir a umidade, e como adubo, neste caso, devido a acidez, há necessidade de adicionar calcário

É uma pena que a turfa esteja queimando, quando poderia ter outros destinos por exemplo em jardinagem (terra vegetal).

Na Bahia existem turfeiras nos municípios de Belmonte, Nilo Peçanha, Conde, Cairu, dentre outros.

Em Morro do Chapéu não é a primeira vez que esta situação ocorre. No início das anos 1980 houve incêndio nas vizinhanças do Pó-Só.

Seguramente é possível outras informações junto a equipe da Rosa no Deserto.

Antônio José Dourado Rocha

Geólogo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: