Correio do Sertão será homeageado nos 100 anos pelo LRN.

Estamos, oficialmente hoje, 10 de março, inaugurando o mais novo espaço de notícias, debates, informações, entretenimento e busca de Morro do Chapéu, na nossa querida Bahia, para o mundo.
É com muita gratidão que recebemos o acervo digital do nosso centenário Jornal Correio do Sertão, cujas matérias, publicidades e afins, nós resgataremos, a exemplo de hoje, quando disponibilizamos a 1ª edição do jornal, datada de 15 de julho de 1917.
Agradecemos a sua atual diretoria pela confiança e parceria, ao tempo em que lembramos que durante algum tempo, também fizemos parte desta história, compondo matérias, letra a letra, na nossa velha e tranquila redação, como também, distribuindo ou entregando os exemplares  do nosso jornal aos seus assinantes, em suas residências, seja em Morro do Chapéu, seja em Jacobina…
Nesta oportunidade, trazemos um texto de Paulo Sérgio Vasconcelos, como um dos editoriais de abertura oficial do meu, do seu, do nosso site leoricardonoticias.com.br.
Sejam todos e todas bem vindas e vindos. Segue o texto:
                     

                      O Lado Crítico da Notícia!!!      

            Mais uma janela se abre dentre os meios de comunicação para Morro do Chapéu e região: O  LRN – Léo Ricardo Notícias chega em nosso meio com toda a força que veio o nosso Correio do Sertão há exatos 100 Anos atrás. Naquele longínquo 15 de julho de 1917, o seu fundador Honório de Souza Pereira saia distribuindo pelas ruas da cidade a realização do seu sonho: A entrega da sua primeira edição do jornal.  Naquela época, muitas pessoas duvidavam da força do seu sonho e, quando queriam colocá-lo em dúvida sobre esta permanência do jornal diziam-lhe: “Querer fazer funcionar um jornal num local onde não existe linha de trem, onde não existe estrada de rodagem, apenas caminhos de tropeiros… Você não vê que isto é uma coisa de louco?!?!?” Honório prontamente lhe respondia: “Não tem problema, eu sou louco para fazer este jornal!!!”.

            Catando letrinha por letrinha em sua tipografia, por que não ousarmos em dizer que Honório foi capaz de, na sua época, implantar com muita coragem e determinação aquele que seria para Morro do Chapéu e região o nosso Whatsapp de hoje.  Com sua visão futurista e de um grande idealizador, Honório por inúmeras vezes saia montado a cavalo para entregar seus jornais numa fazenda que posteriormente vinha a se chamar Cafarnaum; em Canabrava que posteriormente vinha a ser denominada de Canarana ou no povoado de Caraíbas que posteriormente se transformaria em Vila até chegar ao que é hoje a cidade de Irecê… Foi assim também com inúmeras outras fazendas e povoados que o seu pequeno jornal orgulhosamente registrava toda a transformação e mudanças das demais cidades da nossa região; afinal de contas, o seu periódico sempre foi um Correio que pertencia e ainda pertence ao Sertão.

            Durante vários anos, Honório Pereira manteve firme o seu ideal. Após a sua morte, no ano de 1946, o seu filho e companheiro de estrada Adalberto Pereira deu continuidade a esta história até o ano de 1980, quando o neto do seu fundador Paulo Gabriel assumia o bastão da nossa imprensa escrita regional, juntamente com os seus filhos, fazendo assim manter esta tradição por mais 30 anos e; quando este provava e publicava ser inviável continuar mantendo financeiramente o jornal, no ano de 2010, o seu filho Edson Vasconcelos assumia sua direção sempre ladeado do seu irmão Paulo Sérgio com suas reportagens regionais…  Só nós sabemos o quanto foi difícil mantermos esta história nos últimos anos e, especialmente, nos últimos meses do ano passado, quando o ex-gestor municipal virou as costas para o Correio do Sertão; mas, com a força de Deus, com recursos próprios e a ajuda de amigos, conseguimos finalmente chegar ao ano do nosso tão sonhado Centenário de histórias, credibilidade e tradição.

            E, justamente agora no ano do nosso Centenário, com o boom da chegada das novas mídias e redes sociais, surge então uma inovadora e independente ferramenta de informação:  O  LRN – O Léo Ricardo Notícias, um site de notícias que, não temos dúvidas, será também inovador… Afinal de contas, certamente, este mesmo Léo Ricardo tenha dado seus primeiros passos na área da comunicação quando ainda adolescente também catando letrinhas na tipografia do Correio do Sertão; fazendo acordar em sua alma o seu talento e grande dom para a área do jornalismo, do repórter e da locução. Este mesmo Léo Ricardo que já possui uma vasta bagagem de trabalhos muito bem executados em rádios e sites da nossa cidade e região; fazendo prevalecer sempre o espírito idealista do seu tio avô de consideração (desde os seus antepassados) Honório Pereira.

            Com o seu Lado Crítico da Notícia, Léo Ricardo fará sempre a gente pensar e refletir qual lado possamos ou devamos estar na condução dos processos políticos, religiosos e ideológicos da história; mas, com o seu coração sempre voltado para os interesses maiores de uma coletividade… Siga em frente garoto: Assim como o nosso Correio do Sertão, você também já possui um vasto trabalho profissional de conhecimentos e de credibilidade!!!

                                   Paulo Sérgio Vasconcelos.

                                   (Repórter do Correio do Sertão e bisneto do seu fundador).

 
 
 
 
           
 
 
 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.