Copa do Mundo Feminina: 4 recordes em que mulheres superaram homens

Quando o assunto é gol, a nossa rainha Marta é recordista absoluta (Foto: Reprodução)

Embora a Copa do Mundo FIFA 2023 na Austrália e Nova Zelândia tenha a expectativa de audiência global de mais de 2 bilhões de pessoas, o futebol feminino ainda é um esporte relativamente jovem (a primeira copa foi em 1991), quando comparado aos torneios masculinos, realizados há 93 anos.

No entanto, além de se tornarem eventos globais, os torneios femininos já estabeleceram alguns recordes que dificilmente atletas — homens ou mulheres — conseguirão superar. Confira alguns deles abaixo.

4. Fechando o gol na Copa inteira

Embora vários goleiros (Lev Yashin, Manga e Oliver Kahn) sejam considerados os melhores goleiros do mundo, o recorde de passar uma competição mundial inteira sem deixar os adversários balançar as redes foi alcançado por uma mulher, Nadine Angerer, que era reserva na Seleção da Alemanha, mas assumiu a posição devido a uma lesão da goleira titular alguns dias antes da Copa da China em 2007. 

Sem tremer, Nadze, como era conhecida, foi crucial para que a Alemanha fosse campeã mundial naquele ano sem perder uma única partida e sem sofrer um único gol. Na final, contra o Brasil, a goleira recordista defendeu um pênalti batido por ninguém menos do que a nossa Marta.

3. A maior goleada de todas as copas

O dia 11 de junho de 2019, ficou conhecido na história do futebol como a data da maior goleada acontecida em copas do mundo. Na manhã daquele dia, no Stade Auguste-Delaune, em Reims na França, a seleção feminina dos EUA goleou a Tailândia por 13 a 0. 

A goleada superou a marca anterior, que era da seleção feminina da Alemanha (11 a 0 na Argentina na copa de 2007 na China). Entre os homens, o recorde era os 10 a 1 da Hungria em El Salvador na copa de 1982, na Espanha.

2. Atleta com maior número de copas da história

Atleta que mais disputou copas do mundo — sete ao todo — a baiana Miraildes Maciel Mota, conhecida mundialmente como Formiga, detém mais dois recordes: a de jogadora mais velha a marcar gols em uma copa do mundo (ela tinha 37, quando o fez no Canadá em 2015) e também a mais velha a participar da competição (41 anos na França em 2019). 

No segundo lugar de presença em copas do mundo, estão, com cinco participações cada, a alemã Birgit Prinz, a americana Kristine Lilly, e os marmanjos: Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Lothar Matthäus, Antonio Carbajal, Rafa Márquez e Andrés Guardado.

1. Artilharia absoluta de todas as copas: 17 gols… e contando

Quando o assunto é gol, a nossa rainha Marta é recordista absoluta. Além de ser eleita por seis anos como a melhora jogadora de futebol do mundo pela FIFA, ela é a atleta que mais marcou na história das copas mundiais. 

Participando neste ano de sua sexta competição, Marta começou a marcar aos 17 anos na copa de 2003 (três gols), e retornou nas edições de 2007 (sete gols), 2011 (quatro gols), 2015 (um gol) e 2019 (dois gols). Essa marca de 17 gols marcados em copas do mundo faz com que a alagoana de Dois Riachos supere o recordista masculino, o alemão Miroslav Klose, com 16 gols.

Além disso, Marta também detém o recorde de ser a primeira a marcar em cinco torneios mundiais diferentes, feito igualado no Catar por Cristiano Ronaldo em 2022. Mas a copa da Austrália e Nova Zelândia pode servir para que a nossa atleta amplie seus recordes. 

Mega Curioso

http://noticialimpa.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress