A História se repete: Para que servem recepcionistas, assessores, secretárias (os), chefes de gabinete?

Normalmente, quando você vai a uma repartição pública entregar um ofício ou qualquer outro documento destinado a uma autoridade oua imediata representação, muito raramente se consegue entregar em mãos, correto?

Aí, entra a figura dos recepcionistas, assessores, secretárias (os), chefes de gabinete e afins, para receber e encaminhar a sua demanda, solicitação, cobrança ou qualquer outra situação, até mesmo, agendando um futuro atendimento com a pessoa buscada.

Em Morro do Chapéu, na prefeitura, não é assim. Aqui, nós pagamos salários de servidores, sejam concursados ou contratados, apenas para dizer que só quem pode receber o ofício é a prefeita…

Normalmente, quando você vai a uma repartição pública entregar um ofício ou qualquer outro documento destinado a uma autoridade oua imediata representação, muito raramente se consegue entregar em mãos, correto?

Aí, entra a figura dos recepcionistas, assessores, secretárias (os), chefes de gabinete e afins, para receber e encaminhar a sua demanda, solicitação, cobrança ou qualquer outra situação, até mesmo, agendando um futuro atendimento com a pessoa buscada.

Em Morro do Chapéu, na prefeitura, não é assim. Aqui, nós pagamos salários de servidores, sejam concursados ou contratados, apenas para dizer que só quem pode receber o ofício é a prefeita…

Ao menos, foi esta a situação pela qual passou o vereador Lula do velame, telatada em seu perfil no Instagram:

https://www.instagram.com/p/CsW0mTCp7lp/

‘Primeiro a prefeita rasga os ofícios que o nosso mandato protocolou no primeiro ano de mandato e agora os funcionários da prefeitura se negam a receber um ofício.

Ontem minha assessora se dirigiu até a prefeitura para protocolar o ofício em que constava informa sobre os acontecimentos na Comunidade de Lagoinha, os funcionários pegaram o documento, ficaram um tempo na sala com ele em mãos, foram até a procuradoria e voltaram com a informação de que não podiam dar o recebido, só quem poderia era a prefeita.

Hoje fui pessoalmente com os ofícios em mãos e novamente se negaram a receber, só voltando atrás depois de eu informar o que versa a legislação a respeito desse tipo de procedimento.

É um absurdo ter que bater dois dias na porta da prefeitura para entregar um ofício!

Não expomos os funcionários por entender que eles infelizmente só fazem o que é orientado pela gestora.

Mas é inadmissível! Não fui pedir favor, fui exercer o meu direito e a minha obrigação enquanto vereador! ’.

Como ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’, após muita insistência, o vereador também postou que conseguiu protocolar o ofício a seguir:

Ao menos, foi esta a situação pela qual passou o vereador Lula do velame, telatada em seu perfil no Instagram:

https://www.instagram.com/p/CsW0mTCp7lp/

‘Primeiro a prefeita rasga os ofícios que o nosso mandato protocolou no primeiro ano de mandato e agora os funcionários da prefeitura se negam a receber um ofício.

Ontem minha assessora se dirigiu até a prefeitura para protocolar o ofício em que constava informa sobre os acontecimentos na Comunidade de Lagoinha, os funcionários pegaram o documento, ficaram um tempo na sala com ele em mãos, foram até a procuradoria e voltaram com a informação de que não podiam dar o recebido, só quem poderia era a prefeita.

Hoje fui pessoalmente com os ofícios em mãos e novamente se negaram a receber, só voltando atrás depois de eu informar o que versa a legislação a respeito desse tipo de procedimento.

É um absurdo ter que bater dois dias na porta da prefeitura para entregar um ofício!

Não expomos os funcionários por entender que eles infelizmente só fazem o que é orientado pela gestora.

Mas é inadmissível! Não fui pedir favor, fui exercer o meu direito e a minha obrigação enquanto vereador! ’.

Como ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’e a internet está para mostrar os absurdos em tempo real, após muita insistência, o vereador também postou que conseguiu protocolar o ofício a seguir:

https://www.instagram.com/p/CsXC8-kpAp2/

1 comentário em “A História se repete: Para que servem recepcionistas, assessores, secretárias (os), chefes de gabinete?”

  1. Tempos difíceis, tal dizem. Até onde se sabe, a simples recepção de um documento (carta, reivindicação, reclamação, etc), não significa que o destinatário concorde ou que atenderá ao pedido nele expresso. A situação mencionada na reportagem, denota que provavelmente à administração pública municipal está se esquivando tomar ciência dos reais problemas da sociedade.
    Aí fica a pergunta: Com qual finalidade uma sociedade democraticamente escolhe um(a) administrador(a) público? Penso que seria para, pelo menos, tentar buscar soluções para os problemas daquela sociedade. Não necessariamente solucionado a todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *