NA AUDIÊNCIA PÚBLICA SÓ FALTOU O PÚBLICO…


A noite desta quinta (30), seria de ampliação das discussões sobre a atualização dos valores e classificações do código tributário municipal.

O evento teve divulgação em carros de som e redes sociais, contando com a participação dos representantes da empresa DATATAX, contratada para conduzir a proposição, baseada na atualização de lei nacional.

O presidente da Comissão de Finanças, Orçamentos e Contas, vereador Adriano Barbosa – Pela Frango (PV), tem dado ampla abertura aos debates, acompanhado nas reuniões anteriores pelos seus pares de Comissão Augusto Bley e Aldair Ferraz que não compareceram à última, juntamente com a vereadora Isabela Rocha (PV) – 1ª Secretária da casa, vereador José Ribeiro da Cruz (PMDB) – oposição e a vereadora Professora Sheila (PT), vice-presidente da casa.

As discussões se concentraram no artigo 24 do atual código que teria sido segregado no projeto tratando de remissão, compensação e transação do crédito tributário, completamente esclarecido.

Não se tratou diretamente da questão de iluminação pública, especialmente para os proprietários rurais, questão polêmica que já tramita na casa em outra linha de debate.

Ficou a desejar, a tabela com valores de tributos por categoria que não foi apresentada, mostrando-se por comparação as alíquotas atuais que teriam acréscimo de 10% e sobre cada categoria incidência de 25% sobre o valor do faturamento, em uma crescente conforme a classificação.

Na verdade, todos queriam ouvir valores concretos.

Além da empresa e vereadores, compareceram contadores, empresários e representantes da CDL, porém, o número de presentes não superou 15 pessoas.

A imprensa local resumiu-se ao leoricardonoticias.com.br, prá variar.

O debate continua. Aguarde e participe!

Comments

Comentários

Anterior MANDATO COLETIVO PROMOVE AULÃO DE MATEMÁTICA E QUÍMICA PARA VESTIBULAR UNEB. CLIQUE NA IMAGEM!
Próxima LEITOR REGISTRA O TRÂNSITO DA SEXTA-FEIRA EM MORRO DO CHAPÉU