Identificado suspeito de matar pai e filha de 1 ano durante festa de aniversário em Morro do Chapéu


Um dos suspeitos de matar um homem e a filha de um ano dele, durante o aniversário da criança, em Morro do Chapéu, foi identificado e tem ordem de prisão expedida pela Justiça. As informações foram confirmadas nesta quarta (25), pelo delegado Felipe Coutinho, que investiga o caso. Na ocasião, a mãe da criança também foi baleada, foi encaminhada para o hospital e liberada no mesmo dia do ataque, ocorrido no último sábado (21).
Inicialmente, a polícia informou que três pessoas participaram do ataque, mas conforme Coutinho, foram dois homens que invadiram o local da festa. O outro suspeito ainda não foi identificado.
Segundo o delegado, as testemunhas do caso não foram ouvidas e estão evitando falar sobre o crime. A mãe da criança também não foi ouvida, pois segundo a polícia, não está em condições de depor. O delegado informou que a mulher está grávida, mas não tem detalhes se o pai da criança foi do homem que morreu e de quanto tempo é a gestação.
A polícia também não tem detalhes da motivação do crime, mas informou que o suspeito de matar pai e filha já foi preso por tráfico de drogas e tem envolvimento com outros crimes na região. Mais detalhes da investigação, no entanto, não foram passados pela polícia, para evitar atrapalhar o andamento da apuração do caso.

Caso

Um homem de 28 anos e a filha dele, um bebê de um ano de idade, foram mortos a tiros durante a festa de aniversário da criança. O evento era realizado em uma residência no bairro Caixa D’água, por volta das 22h do sábado (21), quando o ataque ocorreu. Segundo a polícia, o alvo do atentado era o pai da criança, José de Jesus Júnior, mas a filha, que estava no colo dele, também acabou sendo atingida pelos disparos.
José morreu ainda no local do crime. Já a criança chegou a ser socorrida com vida e encaminhada para o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, mas também não resistiu.
A mãe do bebê, que é ex-mulher de José, ficou ferida após ser atingida por estilhaços dos disparos, segundo a polícia. Ela foi encaminhada para a mesma unidade de saúde da filha e, após ser medicada, teve alta no mesmo dia. A polícia informou que não teve registro de outras pessoas feridas no ataque.

Ainda segundo a Polícia Civil de Morro do Chapéu, após o crime os suspeitos fugiram do local a pé. Testemunhas foram ouvidas informalmente pela polícia no dia do crime.Fonte: G1/BA

morroacontece.com

Comments

Comentários

Anterior Prefeitos baianos fazem manifestação no CAB nesta quinta (26). Crise financeira faz prefeitos fecharem as portas e buscarem ajuda na Assembléia.
Próxima Polícia Militar de Morro do chapéu recupera moto com restrições de furto e roubo.