Feirão de empregos: organização diz que vai avaliar como fazer nova ação


Foto: Liliane de Jesus

O feirão ocorreu próximo ao transbordo do bairro Cidade Nova e ofereceu além dos encaminhamentos para entrevistas de empregos, palestras de qualificação profissional e emissão de carteira de trabalho.

O diretor da TV Subaé, Marcílio Costa, falou em entrevista ao Acorda Cidade, na manhã desta terça-feira (18), sobre a confusão e a manifestação que ocorreu durante o Feirão de Emprego promovido pela emissora em parceria com o SineBahia e o Sebrae, em Feira de Santana. Segundo ele, a ação é uma réplica do que a TV Bahia promove em Salvador já há algum tempo.

O feirão ocorreu próximo ao transbordo do bairro Cidade Nova e iria oferecer, além dos encaminhamentos para entrevistas de empregos, palestras de qualificação profissional e emissão de carteira de trabalho, mas foi suspenso.

Vagas limitadas

De acordo com Marcílio Costa, a quantidade de vagas era limitada, o que motivou a confusão. “A grande maioria veio em busca de emprego porque a gente vive um momento que a economia tem um déficit tão alto na empregabilidade, por isso tivemos essa confusão. As pessoas que chegaram cedo estavam todas nos lugares certos, nos ambientes definidos pra eles. Aqueles que chegaram depois que causaram essa confusão sem necessidade nenhuma”, afirmou.

Prestação de serviço

O diretor da emissora informou que essa é uma prestação de serviço que a TV faz e todos os dias são divulgadas vagas de emprego no Jornal da Manhã. “A gente entendeu que era um benefício para nossa comunidade trazer esse serviço com os parceiros. A gente suspendeu momentaneamente essa ação aqui. Vamos nos reunir com os parceiros, para ouvir as propostas, mas a gente volta, não sei se nesse formato ou em outro formato. A questão não para por aqui. Tivemos problemas, mas entendemos que a demanda que é muito alta”, justificou.

Ele ressaltou ainda que o número de atendimentos foi limitado devido à capacidade física do espaço e também por conta das vagas existentes. Marcílio Costa destacou que a TV Subaé não abre vagas de emprego. “A TV Subaé entra nessa situação como uma parceira. A quantidade de vagas e o cadastramento são definidos pelo Sinebahia, que é quem trata disso”.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Fonte: Acorda Cidade

Comments

Comentários

Anterior Maior asteroide detectado em 13 anos passará perto da Terra
Próxima Feirão de empregos é suspenso após confusão e manifestação na BR-116