Danilinho passa mal e morre em treino. O meia de 32 anos, que passou ainda por diversas equipes do interior de São Paulo, deixa esposa e um filho de 10 anos.


A equipe do Juazeirense viveu uma tragédia nesta terça-feira. Durante um treinamento, o meia Danilinho sofreu um mal-estar, precisou ser levado ao hospital e faleceu com uma arritmia seguida de parada cardíaca.

Segundo informou a assessoria do clube, o jogador já tinha terminado sua participação nas atividades de treinamento e estava parado no momento em que se sentiu mal…

Ainda de acordo com o clube, Danilinho estava agachado observando outros atletas treinando quando caiu. Ele foi encaminhado ao Hospital Memorial de Petrolina e chegou ao local ainda com vida, mas não resistiu, sendo declarado morto às 17h30.Danilinho, de 32 anos, deixa esposa e um filho de dez anos. O jogador era natural de Bauru, no interior de São Paulo e começou a carreira no José Bonifácio. Ainda no interior paulista, passou por Portuguesa Santista, Rio Branco, União Barbarense, Atlético Sorocaba, Marília, XV de Piracicaba e São Bento.

O meia também colecionou passagens por clubes de todo o Brasil como Atlético-GO, Figueirense, Chapecoense, Icasa, Cuiabá, CSA, Caxias, Remo e, desde o início deste ano, Juazeirense.

“Estamos prestando todo o apoio a família do atleta e o clube fará todos os procedimentos necessários. É um momento de dor para toda a família Juazeirense”, ressaltou o presidente do Juazeirense, Roberto Carlos Leal. O clube afirmou que o tempo entre o jogador se sentir mal e a chegada ao hospital Memorial de Petrolina de apenas 10 minutos. No momento em que foi levado para atendimento, o meia já tinha acabado de treinar.

O Juazeirense lidera o Campeonato Baiano de forma invicta e volta a campo neste sábado, quando recebe o Jequié. O clube não divulgou o horário e o local do enterro do jogador.

futebolinterior.com.br

Comments

Comentários

Anterior E UM PENSADOR LASCOU:
Próxima BOLETIM CIPE SEMI-ÁRIDO 13 02 18