Codevasf estrutura associação de pequenos agropecuaristas em Destoque, povoado de Morro do Chapéu


Determinação foi o que não faltou para a agricultora Tatiane Andrade de Carvalho, de 27 anos, presidente da Associação Comunitária de Destoque – pequeno povoado localizado na zona rural do município de Morro do Chapéu, na região norte da Bahia. Junto com outros moradores da localidade, ela reorganizou uma antiga associação, que estava desativada, e foi em busca de melhorias para sua comunidade, onde vivem cerca de 150 pessoas que praticam a pequena agropecuária.

“No início foi muito difícil conseguir todos os papéis, mas com a colaboração de algumas pessoas, conseguimos organizar tudo, e fomos em busca de coisas melhores para nós”, lembra Tatiane. “Devido à falta de documentação, já perdemos a chance de possuir um trator, que muito iria nos ajudar no campo. Mas depois que organizamos tudo, fomos em busca de benfeitorias”, acrescenta.

Um dos lugares onde Tatiane bateu à porta, foi na superintendência regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), localizada em Juazeiro. A ideia surgiu depois de uma pesquisa na internet, como conta o produtor Ademar Ferreira de Andrade, de 64 anos: “Eu não tenho muito conhecimento de computador, mas olhei na internet [no site da Codevasf] e vi o trabalho que a Codevasf desenvolve nessa região, principalmente a doação de equipamento para agricultura. Então resolvemos correr atrás para ver se a gente também conseguia alguma coisa, e deu certo”, comemora.

A Associação Comunitária de Destoque foi beneficiada com um conjunto de equipamentos e acessórios para trituração e ensilagem de plantas forrageiras, composto por uma base para o motor a diesel, que movimenta, através de polias e correias, as engrenagens de um picador de palma ou mandioca, e realiza a ensilagem das forrageiras.

O investimento da Codevasf foi de R$ 10,5 mil – recursos oriundos do Orçamento Geral da União, destinados à Companhia por emenda parlamentar. O transporte e a entrega do equipamento foram realizados pela equipe da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Gerência Regional de Revitalização (6ª GRR/UDT), da superintendência regional da Codevasf em Juazeiro.

No momento da entrega, os técnicos da Everaldo de Andrade Cavalcanti e Marcel Galdino de Assunção repassaram aos produtores informações sobre cuidados básicos com o maquinário. “Esse equipamento tem uma boa produtividade, é muito econômico por usar diesel e pode ser levado para outros locais”, destaca Everaldo.

Ele lembrou aos associados a importância da participação e do apoio de todos da comunidade, e a necessidade de manterem a entidade regularizada para que outras benfeitorias possam ser conseguidas e novos projetos e investimentos possam ser realizados. Hoje a associação reúne 23 sócios regulares.

Destoque

A comunidade de Destoque fica a cerca de 25 quilômetros da sede de Morro do Chapéu, município localizado na região da Chapada Diamantina, a cerca de 400 quilômetros de Salvador. O povoado é acessível por meio de estradas vicinais, e reúne cerca de 60 famílias, a maioria delas pratica a agricultura familiar e possui pequenos rebanhos de caprinos e ovinos.

Milton Pinheiro de Carvalho, de 63 anos, é pai de Tatiane, e mora na comunidade há 26 anos. Ele tem um pequeno rebanho de bovinos. “Para alimentar meus animais, muitas vezes eu retirava a vegetação do acostamento das estradas, encostas ou do meio da caatinga, e dava sem triturar para eles. Com a chegada da forrageira, além de melhorar a maneira de alimentar o rebanho, ainda vou poder armazenar”, observa o criador.

Ademar Ferreira, que descobriu a Codevasf pela internet, é outro criador que comemora a chegada do maquinário: “Antes eu cortava a forragem com facão, e isso causa muito desperdício. Agora com a forrageira esse trabalho vai ficar mais leve, e os resultados vão melhorar”.

Segundo previsão da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Juazeiro, até o final do ano deverão ser entregues a associações localizadas na área de atuação da superintendência da Codevasf, que abrange 27 municípios, cerca de 80 kits de equipamentos agrícolas, compostos por tratores, carretas agrícolas, arados, grades niveladoras e forrageiras.

Fonte: Codevasf

morroacontece.com

Comments

Comentários

Anterior Correio de Canarana é arrombado.
Próxima Já escolheu a musa do seu bairro para a Copa Primavera de Futsal?